Santa Casa de BH inaugura novos leitos e amplia número de transplantes

A Santa Casa de Belo Horizonte ampliou em mais de 30% a sua capacidade para realizar transplantes após a inauguração de 10 novos leitos em abril deste ano. Agora, a unidade hospitalar passa a contar com 39 leitos para transplantes de órgãos e medula óssea para usuários do SUS de todo o Brasil e, em breve, realizará transplantes de coração.
Atualmente o hospital oferece transplantes de córnea, medula óssea, rim e fígado e nos últimos dois anos mais de 550 transplantes foram realizados. A Santa Casa é considerada o maior hospital transplantador de Minas Gerais e referência nacional em transplantes hepáticos para febre amarela.
“O hospital tem uma estrutura moderna com tecnologia de última geração e equipe médica totalmente capacitada. Porém, nada disso adianta se as pessoas não se conscientizarem sobre a importância da doação de órgãos”, alertou o deputado federal Leonardo Quintão que é parceiro do hospital há vários anos e somente neste mandato destinou R$ 2 milhões para substituição de todos os leitos de ferro antigos da unidade.
Além dos transplantes, a Santa Casa BH também realiza a captação de múltiplos órgãos para transplante, coletas de medula óssea e células-tronco periféricas destinadas a atender pacientes do Brasil e exterior. Em média são realizadas 25 internações por mês e, em fevereiro deste ano, o hospital realizou pela primeira vez um transplante duplo de órgãos: de rim e fígado.