Mais rigor contra o estacionamento em local indevido

Projeto de lei em tramitação na Câmara dos Deputados quer punir com mais rigor as infrações de parada e estacionamento em local indevido. A medida, que se aprovada irá alterar o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9503/97), propõe de média para gravíssima a infração de estacionar os veículos nas esquinas, sobre hidrantes de incêndio, registro de água ou tampas de poços, desde que devidamente identificados, conforme especificação do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Estacionar nos viadutos, pontes e túneis, que hoje é infração grave também pode ser considerada gravíssima. Assim como parar em acostamentos e, no caso de veículo pesado (mais de 3.500 kg), parado em declive, não estando devidamente freado e sem calço de segurança.

Para o deputado federal Leonardo Quintão o ideal seria contar com o respeito das pessoas, no entanto, isso não ocorre. Desta forma, aumentar as penalidades tem o objetivo de acabar com essa sensação de impunidade que os infratores têm. “São inúmeras situações do dia a dia que as pessoas acabam desrespeitando. Um estacionamento em frente a hidrantes, por exemplo, pode parecer algo bobo, mas que numa situação de incêndio pode prejudicar o socorro e salvamento”.

O deputado ainda destaca que o projeto além de contribuir com a fluidez do trânsito, também pode ajudar na redução dos acidentes ocasionados por esse tipo de comportamento errôneo.

A tramitação da proposta segue em caráter conclusivo e, se aprovada nas comissões, fica dispensada de aprovação no plenário. (com informações da Agência Câmara)