Slide background
   

Santa Casa de BH tem pedido de renegociação de dívida aprovado

Home / Notícias / Santa Casa de BH tem pedido de renegociação de dívida aprovado

O Ministério da Saúde aprovou o primeiro pedido de adesão ao Programa de Fortalecimento das Santas Casas e hospitais filantrópicos (PROSUS). A unidade beneficiada é a Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte (Santa Casa de BH), que fez adesão ao programa e apresentou seu plano de estabilidade financeira e de atendimento ao Ministério da Saúde. Com isso, o hospital referência em procedimentos de média e alta complexidade, poderá parcelar débitos com a União, e em contrapartida, deverá ampliar em 5% o atendimento à população.

A Santa Casa de BH foi um dos 259 hospitais filantrópicos que fizeram a adesão ao PROSUS até 09 de julho. O programa de renegociação das dívidas integra uma série de medidas criadas, no final do ano passado, pelo governo federal para desafogar a crise financeira das Santas Casas do país. Na prática, significa que a cada real pago em dívidas de tributos, outro é abatido. A negociação também permite à entidade retirar a Certidão Negativa de Débito (CND), permitindo a contratação de empréstimos, financiamentos para ampliação de serviços e modernização de infraestrutura.

Para o ministro da Saúde, Arthur Chioro, a adesão das Santas Casas ao programa é um passo importante para resolver um problema histórico dessas instituições, que é o acúmulo de dívidas. A medida também permite aumentar o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “A proposta do PROSUS é trocar dívidas por ampliação do atendimento na rede pública de saúde, beneficiando a todos. A Santa Casa de BH poderá recuperar o vigor financeiro e ampliar os serviços de média e alta complexidade, tão importantes para a população”, destacou o ministro.

Atendimentos da Santa Casa de BH

Atualmente, a Santa Casa de Belo Horizonte é responsável pela assistência em 36 serviços como transplante, cirurgia e hemodiálise, em mais de mil leitos do SUS, sendo 185 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O Ministério da Saúde repassa R$ 128,3 milhões ao ano em produção e outros R$ 60,6 milhões anuais em incentivos federais à Santa Casa de Belo Horizonte. Com a aprovação do PROSUS, a entidade filantrópica deverá ampliar a oferta em assistência em 5%, passando a realizar 30 mil novos atendimentos e internações.

fonte: Ministério da Saúde

Posts Recomendados
Fale Conosco

Dúvidas ou informações? Envie uma mensagem aqui e responderemos o mais breve!