Slide background
   

Repasses atrasados na Saúde de Ipatinga serão regularizados

Home / Notícias / Educação / Repasses atrasados na Saúde de Ipatinga serão regularizados

A pedido do Deputado Federal Leonardo Quintão, o Governador do Estado, Fernando Pimentel, se comprometeu a realizar os pagamentos pendentes com o Hospital Márcio Cunha de Ipatinga. Na última semana, o corpo clínico do hospital chegou a paralisar os serviços, com suspensão de cirurgias, internações, consultas e exames.
Na reunião que contou com a presença do prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, com o Presidente da Câmara Municipal, Jadson Heleno, e o superintendente do Hospital Márcio Cunha, Mauro Oscar, foi criado um cronograma de pagamento, sendo que uma parcela no valor de R$ 1,5 milhão já foi paga na semana passada e outra, do mesmo valor, será pago ainda esta semana.
O total da dívida acumulada com Ipatinga, com os atendimentos do SUS, chega a R$ 78,5 milhões, sendo que R$ 32 milhões são relativos a atendimentos diversos feitos pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), via Hospital Márcio Cunha. “A paralisação dos serviços pelo Márcio Cunha afeta diretamente os serviços da UPA, do Hospital Municipal e de todos os outros hospitais da região. Sabemos das dificuldades financeiras enfrentadas pelo Estado, mas pedimos diretamente ao Governador que essa dívida com a Saúde de Ipatinga seja quitada, para que a população não seja ainda mais prejudicada”, afirmou o deputado federal Leonardo Quintão.
Já o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha, disse esperar que o corpo clínico do HMC tenha sensibilidade para estender o prazo-limite dado para dar continuidade aos atendimentos a pacientes do SUS. “Com o pagamento da segunda parcela serão R$ 3 milhões a menos na dívida com o HMC. A nossa expectativa é que a unidade hospitalar continue recebendo normalmente a demanda do SUS, já que o governo do Estado se abriu para o diálogo e mostrou vontade de resolver a situação”.

Fundeb

Outro assunto tratado na reunião foi à dívida que o Estado também possui com o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).
Conforme dados da Secretaria Municipal de Fazenda de Ipatinga, a dívida do Estado com o Fundeb é de quase R$ 8 milhões – valor que deveria ter sido repassado este ano, e que ainda não foi feito. O repasse do Fundeb é usado para pagamento da folha da área da Educação do município, que hoje é de cerca de R$ 7 milhões.
Segundo o Governador, ainda esta semana, será encaminhado a Assembleia Legislativa de Minas (ALMG) um projeto que permite a obtenção de novos recursos por meio da venda de títulos a particulares e antecipação de valores, o que irá gerar um caixa para o Estado de R$1,5 bilhão. Deste total, R$ 1 bilhão será repassado aos municípios mineiros por meio do Fundeb.

Posts Recomendados
Fale Conosco

Dúvidas ou informações? Envie uma mensagem aqui e responderemos o mais breve!